Hora de Ler: Aconteceu naquele verão - Stephanie Perkins (org.)



E aí galerinha, tudo certo? Hoje tem indicação de uma coletânea cheia de histórias para todos os gostos e recheada de diversidade, bora conferir?!
Não tem muito o que falar da sinopse, são contos onde o tema central é o amor (em sua maioria voltado ao relacionamento) em todas as suas formas e a mensagem que os autores passam é sempre positiva o que de certa forma engrandece o livrinho.

Vamos aos contos:

Cabeça, escamas, língua, cauda – Leigh Bardugo 
Uma linda amizade de infância que se transforma em algo mágico, típica história de amor com final lindo.  E tudo começa com a busca por um mito local tipo “o monstro do lago ness moderninho, muito fofo até. 

O fim do amor – Nina Lacour 
Em meio ao caos em casa e a separação dos pais Flora se descobre, cria mais problemas na família até que decide refazer um curso de verão onde já sabe tudo da matéria só para sair de casa. Até que ela revê um trio de amigos e suas férias estão a salvo, sem esquecer a chama que reascendeu entre ela e uma velha conhecida. Linda história de amizade 😍  

O último suspiro do cinemorte – Libba Bray  
Dia de fechamento do cinema especializado em filmes B e cheio de mistérios envolvendo o dono. Um crush de anos que o menino não tem coragem de investir, mais diversidade (melhor amigo gay) muitos zumbis, ação e muito sangue no final. 

Prazer doentio – Francesca Lia Block 
A menina que por algum motivo perde o então amor da sua vida na adolescência, o pai para o câncer e resolve escrever sobre isso. Também como perdeu a virgindade com um cara que não gostava e o tempo todo se lamentando por A; ela também tem um complexo de inferioridade.  
Conto estranho e meio sem graça o ponto forte são as partes na boate. 

Em noventa minutos,  em direção a North – Stephanie Perkins 
Casal inseparável e inseguro se reconcilia em meio ao caos na vida dele onde tudo da errado, além de um trabalho voluntário num bondinho. Fofo também um pouco previsível mas com final satisfatório. 

Lembranças – Tim Federle 
Um casal fofo marca o dia para terminar o namoro pois um deles vai para a faculdade de teatro e o outro concluir o último ano do ensino médio. De longe o melhor conto do livro, muito lindo, comovente e bem “real” em algumas partes fácil se identificar com a história. 

Inércia – Veronica Roth  
Muito chato, não aguentei o conto e pulei :x 

Amor é o último recurso  Jon Skovron 
Várias histórias paralelas que no final se encontram. Uma Mãe que insiste em juntar o filho gay com a única herdeira de uma família; o nerd apaixonado pela herdeira mas de famílias rivais; e o gerente do Hotel que gosta do filho gay da socialite fútil. Daí entram a melhor funcionária do Hotel que se apaixona pelo novo piscineiro, mas até então tem sido rude com o coitado. 
Conto lindo exatamente inspirador (utópico também) e com uma revelação de tirar o fôlego fim. O narrador é meio Lemony Snicket o que torna bem dinâmica a história.  

Boa sorte e adeus  Brandy Colbert 
A prima e melhor amiga de Rashida vai se mudar da Califórnia para começar a vida nova com a namorada, de início a menina fica com raiva/ciúme da decisão até conhecer o irmão da namorada na festa de despedida para Audrey. 
Lindo tambémalém do clichê “ amor a primeira vista” “ opostos se atraem” etctrata de relações familiaresdoenças psíquicas e até a questão de raçaseu lugar no mundosem contar o amor fraternal entre as primas que viveram juntas e agora precisam separar. 

Nova atração – Cassandra Claire 
Um parque de terror prestes a falirfilha com o Pai desaparecido e Tio aparecendo para tomar conta do lugar, de brinde um enteado chato nunca se deu bem com ela 
Chuuuuva de clichê nesse conto uma coisa bem Scooby-doo onde eles desvendam O Mistério Do Parque, mas conduzido de uma forma tão bem feita que termina sendo gostosinho de lertem seres fantásticos convivendo em sociedadenovamente a estigma do “bad boy” que se apaixona pela “ mocinha”  que bem executadoAspas pois eles não são exatamente esse estereótipo foi mais para ilustrar a situação. 

Mil maneiras de tudo isso dar errado – Jeniffer E. Smith 
Paixonite no menino mais gato da salaaltas expectativas para encontrá-lo e muitos problemas em casa com as outras 3 irmãs. A menina trabalha numa colônia de férias cuidando de uma criança autista, a surpresa do conto está por vir quando Annie de fato conhecer Griffin o boy dos sonhos. 

mapa das pequenas coisas perfeitas – Lev Grossman 
Mark está preso num looping temporal em que todo dia é 4 de agostoele encontra Margaret que também  na mesma e juntos tentam descobrir o motivo disso tudo 
Final lindo, um toque de ficção científica na medida levantando questões sobre o tempo, dimensões e tal, bem desenvolvido e da para torcer pelos personagens.  

Então é isso o que tenho a falar de Aconteceu Naquele Verão. Teve uma coletânea natalina que não curti nem um pouco as histórias, resolvi dar uma chance a essa e não me arrependo! Para quem procura uma leitura leve tá mais que recomendado pois é ideal para aqueles dias de ressaca literária, quem costuma ler compulsivamente vai me entender hahaha. As vezes as histórias tem uma conclusão "apressada" mas entendo que seja "culpa" do formato, não dá para desenvolver uma ideia detalhadamente num espaço curto de páginas, o importante é que eles entregam tudo bem fechadinho, sem dúvidas sobre ter acontecido algo.

5 estrelas pela seleção de contos em sua maioria bem executados que seguram o clima de verão e nos fazem ficar apaixonados/conectados com as histórias.


Comentários